Voar com os pés no chão.

pipas

Antigamente era comum as crianças brincarem na rua. Pião, bolinha de gude, peteca, carrinho de rolimã estes são apenas alguns exemplos dos brinquedos que divertiam a garotada.  A pipa que hoje já é modalidade de esporte possui historia e curiosidades.

No Egito hieróglifos antigos já contavam de objetos que voavam controlados por fios. Os fenícios também conheciam seus segredos, assim como os africanos, hindus e polinésios, até o grande navegador Marco Polo.

Conta-se que, em suas andanças pela China, Marco Polo, ao ver-se encurralado por inimigos locais, fez voar uma pipa carregada de fogos de artifício presos de cabeça para baixo, que explodiram no ar em direção à terra, provocando o primeiro bombardeio aéreo da história da humanidade.

Nos países orientais foi e continua sendo grande a utilização de pipas com motivos religiosos e místicos, como atrativo da felicidade, sorte, nascimento, fertilidade e vitória. Exemplo disto são as pipas com pintura de dragões, que atraem a prosperidade, com uma tartaruga (longa vida) e coruja (sabedoria).

Existem diversos tipos e formatos de pipas, cada uma com as suas particularidades, a mais comum é composta por três varinhas de bambu e papel de seda. Para os apaixonados pelo brinquedo, a cidade de São Paulo tem um lugar especial o Pipódromo Estadual, desenvolvido para a família curtir e brincar com segurança .

O Pipódromo Estadual localiza-se dentro do Parque Ecológico do Tietê.
Rua Guira Acangatara, 70 – CEP 03719-000 – São Paulo – SP,
Fone  (11) 2958-1482


Brinquedos Educativos, Dicas, Promoções