Prevenir é sempre o melhor remédio

doenca-que-causa-cegueira-atinge-30-dos-prematuros

Muitos dos problemas de visão poderiam ser corrigidos através de um diagnostico precoce. Desta forma, é muito importante estar atenta aos sinais que indicam que a criança precisa de ajuda para enxergar.

Quando o bebê nasce, seus olhos ainda estão em desenvolvimento.  Mesmo que seus olhos estejam abertos, ele ainda não conseguem enxergar com perfeição, por isso o bebê ainda não identifica todas as cores e o máximo que vê são vultos. De acordo com a Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica (SBOP), 50% dos recém-nascidos com alteração visual só têm a dificuldade identificada quando ela é irreversível.

Logo na maternidade os olhos do bebe ganham atenção especial. Para prevenir conjuntivites neonatais, é aplicado colírio de nitrato de prata. O teste do olhinho também é realizado com o objetivo de identificar catarata e glaucoma congênitos, tumores, inflamações e hemorragias intraoculares. É muito importante que os bebes prematuros recebam acompanhamento com oftalmologista, uma das principais causas de cegueira infantil é o descolamento da retina, problema que atinge muitos prematuros.

Mesmo com resultados normais, o ideal é que o bebê seja acompanhado pelo oftalmologista e que seja feita uma nova consulta antes do bebê completar um ano. O médico irá observar como a criança segue objetos e luz, e também detectar se existe  estrabismo ou até miopia.

Nos primeiros anos de escola também é muito comum a criança sofrer com as conjuntivites, isso devido a baixa imunidade e ao novo tipo de ambiente. Na fase de alfabetização é importante que se observe a postura da criança, se existe dificuldade para enxergar. É nesta fase que será identificada a necessidade do óculos.


Saúde