Mãe Papagueno – Jullyana Sousa

561980_318599104878162_1886719674_n

O Mãe Papagueno, é um projeto que busca mostrar as novas configurações familiares, o relacionamento e a rotina de famílias de verdade, que através de entrevistas e bate papos nos contam suas histórias, medos e preocupações com a criação dos filhos.

Para dar inicio ao projeto convidamos a mãe Jullyana Sousa para falar um pouco sobre seu relacionamento com Henrique, seu filho de 4 anos. Mãe solteira e universitária, Jullyana tem de dividir o tempo entre trabalho, estudos e o filho.

O que costumam fazer para aproveitar o tempo juntos ?

Quando ele era menor nós tínhamos a programação de ir ao cinema todo final de semana, hoje Já é mais difícil. Brincamos mais pelo térreo do prédio que moramos mesmo, jogamos bola, vamos à piscina. E uma vez no mês vamos a passeios como zoológico, parques e peças.

Qual a maior preocupação na educação do Henrique ? Como costumam ser as conversas entre mãe e filho?

Minha maior preocupação é o local onde moramos e como ele irá administrar tudo isso. Moramos em um bairro onde as crianças não tem muita noção de valores materiais e eu tento ao máximo explicar isso para meu filho. Não temos muito e ele tem que saber entender quais são seus limites. Mostro pra ele o que pode e o que não pode, o que temos condições e o que não temos. É bem complicado, mas sei que ele entende mesmo ficando bravo.

De todas as dificuldades e desafios de ser mãe solteira, qual a maior recompensa de ter se tornado mãe?

A vinda do Henrique na minha vida me mostrou um mundo diferente, me fez ter responsabilidades que antes eu não tinha, me fez enxergar o mundo de outra maneira, me mostrou que preciso mover montanhas para que tudo dê certo para outra pessoa. Foi graças a ele que corri atrás para acabar meus estudos, corri atrás de um trabalho. Sou outra pessoa desde que ele chegou, uma pessoa menos egoísta. Penso sempre nele antes de tomar qualquer decisão, penso no bem dele e corro atrás da felicidade do meu filho diariamente. Sou uma mãe coruja, mas não deixo de ser firme quando é preciso. Aprendi valores, aprendi que educar não significa ser má e mostrar o caminho certo é mais difícil do que eu pensava, pois é ele quem decide se seguir ou não.

Como mãe o que acha essencial ensinar ao seu filho ?

Como mãe procuro ensinar como se comportar, ele é uma criança agitada e não ligo de deixa-lo brincar mas quanto ao vocabulário marco sempre em cima. Acho horrível criança falando palavrão ou desrespeitando os mais velhos. Tento mostrar que independente de não ser os pais dele que ele tem que respeitar quem sabe mais, ou quem está responsável por ele naquele momento, seja professora ou até mesmo a babá. Penso que quanto mais cedo ensinarmos isso aos nossos filhos mais o crescimento deles será diferenciado.

Gostou do projeto? Então participe. Envie um e-mail para blog@papagueno.com.br e venha também nos dizer o quanto é maravilhoso ser mãe.


comportamento, Entrevistas